29 de set de 2009

Seleção para Residência Integrada em Saúde Mental Coletiva 2010 - UFRGS

Acesse aqui o edital

Aula de 01/10

Olá pessoal, seguem os links para os textos que irão nortear nossa discussão no encontro do dia 01 de outubro.
Benilton Bezerra - clique aqui
Peter Pál Pelbart in Lancetti, Antônio. SaúdeLoucura 2 , 1990.- clique aqui

23 de set de 2009

Atualizações no cronograma do curso

Acesse aqui e aqui os textos sugerido pela professora Simone Paulon para a aula de 24/09. Humanização e Política Nacional de Humanização como estratégia de Mudança. A leitura complementar está disponível aqui.

Ementa e Cronograma atualizado clique aqui


19 de set de 2009

VII Encontro Estadual de Saúde Mental em POA/RS

Colegas,

Segue o vídeo encaminhado por nossa colega Ale Bueno, que filmou o manifesto dos residentes de saúde mental no último dia do evento.


video

14 de set de 2009

Olá pessoal...aí vai uma contribuição da nossa colega Carla sobre as redes quentes

Clínica, política e as modulações do capitalismo
Eduardo Passos* e Regina Benevides de Barros**

III ENCONTRO DOS SERVIÇOS DE ATENÇÃO PSICOSSOCIAL
DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO
O CUIDADO EM SUA DIMENSÃO ÉTICA, CLÍNICA E POLÍTICA


SUS Patrimônio Social Cultural Imaterial da Humanidade - ASSINE!!!

Você ainda pode participar do abaixo assinado para que o Sistema Único de Saúde se torne um Patrimônio social cultural e imaterial da Humanidade. Basta você acessar o site do Conselho Nacional de Saúde, conhecer a proposta e tomar a sua decisão! Segue o link de acesso: http://www.conselho.saude.gov.br/websus/index.html

Até o momento, sete mil e noventa e cinco pessoas já manifestaram o seu apoio ao SUS como uma conquista do povo brasileiro e como um patrimônio que deve ser preservado, cuidado e fiscalizado.

Manifeste sua decisão e contribua com a divulgação desse movimento entre suas listas de contatos!

SUS PATRIMÔNIO SOCIAL CULTURAL IMATERIAL DA HUMANIDADE

A campanha do SUS - Patrimônio da Humanidade é um grande desafio para o Conselho Nacional de Saúde (CNS) e para o público do controle social no País, pois atualmente a Unesco não possui uma política pública reconhecida como patrimônio imaterial. A proposta é uma das prioridades políticas do CNS para o ano de 2009 e será discutida nacionalmente na Caravana em Defesa do SUS.

Dentro do debate da campanha pretende-se manter o debate vivo do SUS e mostrá-lo como conquista brasileira principalmente em um momento de crise econômica mundial, que reflete diretamente no financiamento público da saúde.

A partir de agora o CNS lança oficialmente o livro de assinaturas na expectativa de terminar 2009 com proposta com grande apoio popular.

13 de set de 2009

Vídeo Humaniza SUS: mais 1!

video

VII ENCONTRO ESTADUAL DE SAUDE MENTAL

Pessoal, esta semana estaremos nos encontrando na Sogipa para paraticipar das atividades do VII Encontro Estadual de Saúde Mental. Acesse a Programação aqui!

Lembramos que não haverá aula na próxima quinta-feira (dia 17/09), pois estará ocorrendo a plenária de encerramento do VII Encontro Estadual de Saúde Mental na Sogipa, por volta do 12:00h, estendendo-se ao início da tarde . Nossa próxima aula fica marcada para o dia 24/09. Estaremos na próxima semana postando a ementa atualizada do curso.

att,
Equipe organizadora
REDES DE CUIDADO E POLÍTICAS DE SDAÚDE MENTAL

12 de set de 2009

CONVITE PARA SESSÃO DE CINEMA - CINEMA EM DEBATE

Projeto Mosaic Mural





Para quem ainda não viu, o Mosaic Mural é um projeto que reúne centenas de pinturas individuais, criadas por centenas de artistas, em uma única imagem. Quando a pintura é concluída, ela é cuidadosamente colocada em sequência dentro do mural para montar uma obra-prima.

Segundo o site oficial, tudo começou em 1997, quando Lewis Lavoie criou o primeiro mural. Ele juntou centenas de pinturar individuais, que compuseram o rosto de David de Michelangelo.

O mais legal dos murais, é ficar observando as pequenas imagens que compõem as imagens maiores.
Fonte notícias ig de 10/09/09

8 de set de 2009

Leitura para aula dia 10/09

BENEVIDES, R. A Psicologia e o Sistema Único de Saúde: Quais Interfaces?

Humaniza SUS - vídeo

video

Leituras complementares - algumas sugestões

DELEUZE, Gilles. in Diálogos. Uma conversa, o que é, para que serve?

ROLNIK, Suely. Ninguém é deleuziano.

Revista Baiana de saúde Pública

1 de set de 2009



*NOVO - DOUTORADO EM PSICOLOGIA SOCIAL E INSTITUCIONAL

Foi aprovado pela CAPES, em 30 de julho de 2009, a implementação do curso de Doutorado em Psicologia Social e Institucional.

A criação de um Doutorado em Psicologia Social é a forma de viabilizar a formação completa de pesquisadores, dando maior solidez aos grupos de pesquisa e possibilitando o incremento de convênios internacionais que exigem um Programa de Doutorado.

Busca-se assim atender uma crescente demanda oriunda dos egressos do Mestrado em Psicologia Social e de outros PPGs interessados neste campo de estudos, uma vez que a Região Sul do país não conta com um doutorado específico nesta área de concentração.

A Proposta do Doutorado em Psicologia Social acompanha a orientação que essa área de conhecimento tem assumido no Brasil, desde os anos 1980, com base nas transformações paradigmáticas influenciadas pelos estudos do pós-estruturalismo, do construcionismo social, da filosofia da diferença, da psicodinâmica do trabalho, da cognição enativa e da psicanálise. O horizonte investigativo é definido pela análise dos modos e processos de subjetivação na sua relação com as políticas públicas e com as questões éticas e políticas que envolvem as intervenções da psicologia no campo social.

As linhas de pesquisa propostas correspondem ao que segue:

- Linha 1: Clínica, Subjetividade e Política Estuda as estratégias de resistência e criação nos modos de subjetivação, enfatizando as problematizações de espaço-tempo, saber-poder e os processos inconscientes na relações entre sujeitos e instituições;

- Linha 2: Trabalho, Saúde e Subjetividade Estuda os campos do trabalho, da saúde e da cognição na interface entre os processos de subjetivação e as diferentes ecologias sociais e institucionais, enfatizando os efeitos das tecnologias e a problematização das políticas públicas

MAIORES INFORMAÇÕES: aqui