29 de ago de 2009

LEITURA PARA A AULA DE 03/09 - Rizoma Cap 1

DELEUZE, G & GUATTARI, F. Mil Platôs - Capitalismo e Esquizofrenia. vol1. Rio de Janeiro: Ed 34, 1995. Acesse aqui

28 de ago de 2009

A perspectiva da arte em Escher sobre os modos de conhecer


Maurits Cornelis Escher
(Leeuwarden, 17 de Junho de 1898 - Hilversum, 27 de Março de 1972) foi um artista gráfico holandês conhecido pelas suas xilogravuras, litografias e meios-tons (mezzotints), que tendem a representar construções impossíveis, preenchimento regular do plano, explorações do infinito e as metamorfoses - padrões geométricos entrecruzados que se transformam gradualmente para formas completamente diferentes.
Fonte: Wikipédia

26 de ago de 2009

Aula inaugural da Enfermagem - 2º semestre letivo

Professor Convidado:
Prof. Dr. Gerson Oliveira Penna
Data:
31/08/2009.
Hora:
18:30 às 21:30h.
Local:
Escola de Enfermagem – Auditório
MAIORES INFORMAÇÕES

EMENTA E CRONOGRAMA DO CURSO

O cronograma do curso será construido coletivamente de acordo com nossa produção. Portanto está sujeito a alterações:
EMENTA
CRONOGRAMA

LEITURAS PARA DISCUSSÃO DE 27/09

A seguir seguem os links com acesso direto aos textos para a aula de 27/09:

TEIXEIRA, Ricardo - As redes de trabalho afetivo e a contribuição e a contribuição da saúde para a emergência de uma outra concepção de público. CLIQUE AQUI

MARASCHIN, C; LOPES, G. Políticas cognitivas e as propostas de intervenção e tratamento para usuários e dependentes de drogas.CLIQUE AQUI

24 de ago de 2009



23 de ago de 2009

AULA INAUGURAL DA 1ª EDIÇÃO DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM EDUCAÇÃO EM SAÚDE MENTAL COLETIVA

“RETRATOS EM PRETO E BRANCO. DILEMAS GLOBAIS E EXPERIÊNCIAS LOCAIS EM SAÚDE MENTAL”

PALESTRANTES: PROFESSOR ANGEL MARTÍNEZ-HERNÃEZ E MÉDICA PSIQUIATRA LETICIA MEDEIROS FERREIRA

DATA: 27 DE AGOSTO DE 2009

HORÁRIO: 18h30min

LOCAL: SALA 601 DA FACULDADE DE EDUCAÇÃO DA UFRGS

O Curso de Especialização em Educação em Saúde Mental Coletiva da Faculdade de Educação promoverá no dia 27 de agosto de 2009, quinta-feira, na Sala 601 desta Unidade, às 18h30min, a aula inaugural do segundo semestre letivo de 2009.

Intitulada “Retratos em preto e branco. Dilemas globais e experiências locais em saúde mental”, a aula será proferida pelo Professor Angel Martínez-Hernãez (Titular de Antropologia Médica na Universitat Rovira i Virgili, Diretor de Pesquisa/Área Saúde do Institut d’Infancia i Món Urbà e Coordenador do Master Oficial en Antropología Médica y Salud Internacional) e pela Médica Psiquiatra Leticia Medeiros Ferreira (Psiquiatra da rede pública de Barcelona (CSMA-Nou Barris), membro do Grupo de Cooperação Internacional da Agencia de Cooperaciò Catalana/Departament de Salut de Catalunya/Universidade de Beira-Moçambique e Doutoranda em Psicopatologia da UAB).

O evento discutirá o panorama atual da reforma psiquiátrica em três contextos diferentes: Porto Alegre/Brasil, Barcelona/Espanha e Beira/Moçambique, ressaltando alguns paradoxos no atendimento em saúde mental.

Aberta a toda a comunidade e com entrada franca, a atividade é resultado das relações de mútua cooperação técnica e conceitual mantidas com o Departamento de Antropologia da Universitat Rovira i Virgili, Tarragona/Espanha.

Maiores informações poderão ser obtidas através do fone 51.3308.4131, nos horários das 9h às 12h e das 14h às 17h.

EducaSaúde - Educação em Saúde Coletiva e a Educação dos Profissionais de Saúde
Núcleo de Educação, Avaliação e Produção Pedagógica em Saúde
Faculdade de Educação
Programa de Pós-Graduação em Educação
Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Av. Paulo Gama, 110 - Prédio 12.201 - 4o Andar - Sala 409 e 412
Campus Centro - Bairro Farroupilha - CEP 90.046-900
Porto Alegre - Rio Grande do Sul
Telefone: (51) 3308-4131

www.ufrgs.br/faced/pesquisa/educasaude
educasaude@educasaude.org

18 de ago de 2009

Texto para 1º aula

Colegas,

Vamos aquecer nossas leituras? Estamos sugerindo um texto bem curtinho para nossa discussão e início da construção dos conceitos de saúde e de cuidado. Clique aqui

16 de ago de 2009

13 de ago de 2009

INSCRIÇÕES ENCERRADAS

Estão encerradas as inscrições para o Curso de Extensão: REDES DE CUIDADO E POLÍTICAS DE SAÚDE MENTAL.
Nosso grupo contará com 42 participantes!
Nos encontramos na próxima quinta-feira. Até lá!

Inicio das aulas

Colegas,

Informamos que nossas atividades estarão iniciando na próxima quinta-feira, dia 20 de agosto às 13:30h. O local das aulas será no Instituto de Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

PPGPSI - UFRGS
Rua Ramiro Barcelos, 2600 - Sala 304
CEP: 90035-003 - Porto Alegre-RS
E-mail:

Sobre a autoria da imagem


Créditos da imagem utilizada como ícone deste blog:
Autora: CLÁUDIA HAMERSKI
Título da Obra: FRAGMENTOS - Parte da Coleção Transitáveis

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL - INSTITUTO DE PSICOLOGIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA SOCIAL E IN

O Departamento de Psicologia Social e Institucional da UFRGS oferece em 2009/2 a disciplina REDES DE CUIDADO E POLÍTICAS DE SAÚDE MENTAL, que será também ofertada como curso de extensão para interessados no tema que não tenham vínculo com a Universidade.

A disciplina busca contribuir para a constituição de uma ética nos modos de intervenção em saúde mental, produzindo ressonâncias que ampliem a clínica para além dos espaços dos serviços. Com isso, tentaremos problematizar como as novas tecnologias vêm possibilitando a melhoria nos modos de atenção à saúde, percorrendo e desdobrando alguns conceitos-ferramentas. Para tanto, propõe-se a discussão das tecnologias de cuidado enquanto acoplamentos que virtualizem novas formas de invenção do viver, procurando evitar polarizações quer ao lado do sujeito quer ao lado do mundo, mas focando nas formas como ambos são simultaneamente co-engendrados. Neste sentido, também será importante percorrermos o SUS, assim como a Política Nacional de Humanização da gestão e da atenção à saúde. Para dar conta desses estudos, teremos os seguintes operadores conceituais a nortear nossa análise: cognição inventiva, ecologia cognitiva, tecnologias de cuidado, saúde coletiva, clínica ampliada e sistema-rede na clínica da reforma.

OBJETIVO

- Contribuir como espaço acadêmico para uma renovação dos conceitos-práticas que constituem os processos de saúde coletiva, podendo tal aprendizagem ser levada para o desenvolvimento de futuros trabalhos junto ao campo de saúde;

- Refletir sobre conceitos-ferramentas que poderão operar nas práticas da clínica ampliada;

- Aprofundar a discussão sobre as interfaces da Política Nacional de Humanização e da Reforma Psiquiátrica brasileira;

- Discutir o estudo das redes em saúde e sua importância para o trabalho em saúde mental coletiva.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

- Paradigma da cognição inventiva e sua possibilidade de encontro com o Paradigma ético-estético;

- A individuação subjetivo-coletiva (do sujeito e objeto) – Autopoiese, modo-individuo, alteridade;

- Políticas Públicas no Brasil: o processo de construção do SUS e seus desencadeamentos na atualidade;

- Conceito de Humanização e a Política Nacional de Humanização como estratégia de mudança;

- Tecnologias do cuidado - clínica ampliada;

- Tecnologia da informação e redes de conversação;

- Ampliação da clínica na concepção de redes de cuidado na atenção à saúde;

- O A.T. como dispositivo clínica-político no processo da reforma psiquiátrica brasileira;

METODOLOGIA

Os encontros serão realizados em forma de seminário, contando com dispositivos textuais e cinematográficos, assim como qualquer outra forma que desencadeie nossas discussão e que surjam no decorrer dos encontros. Os debates serão conduzidos por uma dos coordenadores, por aluno responsável ou palestrante convidado.

AVALIAÇÃO

A avaliação será composta pela freqüência em aula, participação nos debates e elaboração de ensaio–escrita contendo considerações sobre temas abordados na disciplina.

REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICAS

ARTMANN, Elizabeth; RIVERA, Francisco Javier Uribe. Humanização no atendimento em saúde e gestão comunicativa. In: DESLANDES, Suely Ferreira(org.). Humanização dos Cuidados em Saúde: conceitos, dilemas e práticas. Rio de Janeiro: Fiocruz.2006. p.205-231.

AYRES, José Ricardo de Carvalho Mesquita. Cuidado e Humanização das Práticas de Saúde. In: DESLANDES, Suely Ferreira (org.) Humanização dos Cuidados em Saúde: conceitos, dilemas e práticas. Rio de Janeiro: Fiocruz.2006. p.49-81.

AYRES, José Ricardo de Carvalho Mesquita. Cuidado e reconstrução das práticas de Saúde. Interface (Botucatu), Botucatu, v. 8, n. 14, Feb. 2004. p. 73-92. Disponível em http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-32832004000100005&lng=en&nrm=iso

BENEVIDES, R. A Psicologia e o Sistema Único de Saúde: quais Interfaces? Psicologia & Sociedade, v. 17, n. 2. Porto Alegre, 2005, p. 7-13.

BRASIL. Ministério da Saúde.Política Nacional de Humanização. Documento base Brasília: 2009. acessível em WWW.humanizasus.net.

CECCIM, Ricardo Burg. Invenção da saúde coletiva e do controle social em saúde no Brasil: nova educação na saúde e novos contornos e potencialidades à cidadania. In: Revista de Estudos Universitários. Cidadania. V.33 n 1, junho de 2007, Sorocaba, SP: Uniso, p. 29-47

CUNHA, T. A Clínica Ampliada. in: ______A construção da clínica ampliada na atenção básica. São Paulo: Hucitec,2005. p. 91-127.

DELEUZE, Gilles; GUATTARI, Félix. Mil Platôs – Capitalismo e Esquizofrenia, vol. 1. Rio de janeiro: ED 34, 1995. Capítulo 1: Rizoma.

DESLANDES, Suely Ferreira. Humanização: Revisitando o conceito a partir das contribuições da sociologia médica. In:DESLANDES, Suely Ferreira (org) Humanização dos Cuidados em Saúde: conceitos, dilemas e práticas. Rio de Janeiro: Fiocruz.2006. p.33-47.

LOPES, Graziela Pereira; MARASCHIN, Cleci. Políticas cognitivas e as propostas de intervenção e tratamento para usuários e dependentes de drogas. Psicol. clin., Rio de Janeiro, v. 20, n. 2, 2008. p.149-161 . Disponível em .

MATTOS, R. A integralidade na prática (ou sobre a prática da integralidade). Rio de Janeiro: Cadernos de Saúde Pública , 20(5):1411-1416, set-out, 2004.

MATURANA, H. Tudo é dito por um observador. In: A ontologia da realidade. Belo Horizonte: Editora UFMG, 1999. P. 53-66

NAFFAH, Alfredo Neto. O Estigma da Loucura e a Perda da Autonomia.

PELBART, Peter Pal. Manicômio Mental: a outra face da clausura. In: LANCETTI, Antônio. Saúde Loucura. nº 2. São Paulo. Ed.Hucitec, 1990.

ROLNIK, Suely, Clínica Nômade. in: Crise e Cidade: acompanhamento terapêutico (org.) Equipe de Acompanhantes Terapêuticos do Instituto A Casa. – São Paulo: EDUC, 1997.

TRAD, Leny Alves Bomfim. Humanização do Encontro com o Usuário no Contexto da Atenção Básica. In: DESLANDES, Suely Ferreira(org.). Humanização dos Cuidados em Saúde: conceitos, dilemas e práticas. Rio de Janeiro:Fiocruz.2006. p.185-203.